CONSULTÓRIO: 31 3262-3538

A cantora baiana Ivete Sangalo, de 45 anos, anunciou recentemente que está grávida de gêmeos. A artista recorreu ao processo de inseminação artificial depois de tentativas frustradas de engravidar naturalmente. Ivete já é mãe de Marcelo, de 8 anos.

O processo natural de envelhecimento afeta diretamente a fertilidade. Toda mulher nasce com um número finito de óvulos (em média 300 mil) e, a partir dos 35 anos, existe a diminuição acentuada deles; dificultando a gravidez natural.

Probabilidade de conceber um bebê durante um ciclo mensal:

20 anos – 1 em cada 4

35 anos – 1 em cada 8

A partir dos 40 anos – 1 em cada 12

Apesar do desafio, a gestação depois dos 40 tem se tornado cada vez mais recorrente nos dias de hoje. Muitas mulheres têm optado por conquistar a estabilidade financeira e emocional antes de se tornarem mães. Caso esse seja o seu caso, você deve, antes de tudo, consultar um médico de confiança e fazer um check-up completo, além de verificar sua taxa de fertilidade.

Tomar ácido fólico, ao menos 3 meses antes do período de tentativas para engravidar, também é recomendável. Além disso, pratique exercícios físicos de forma regular e evite o estresse. É óbvio ainda que o ideal é ter relações sexuais durante o período fértil. Há vários aplicativos de celular hoje em dia que fornecem esses dados de forma prática.

O planejamento nutricional antes da concepção também é fundamental. Estudos indicam que a alimentação adequada, aliada a outras boas práticas, como fazer exercícios físicos regulares, facilita a ocorrência da gravidez. Confira alguns alimentos que podem influenciar na sua fertilidade:

  • Ácido fólico: previne problemas na formação do sistema nervoso do bebê e ajuda na fecundação. Consuma hortaliças verdes (espinafre, brócolis, couve), gema de ovo e leguminosas, como feijão e lentilhas. Comece essa dieta um trimestre antes do período de tentativas.
  • Ômega 3: facilita a penetração do espermatozoide no óvulo. Consuma peixe, castanhas, amêndoas e linhaça.
  • Carboidratos complexos: quem consome somente carboidrato simples, à base de farinha branca, tem 55% a mais de chances de desenvolver síndrome dos ovários policísticos. Dê preferência a pães, massas e arroz integrais.
  • Ferro: deficiência de ferro pode causar ovulação irregular. Consuma fígado, feijão, mariscos e açaí.

Além disso, invista nas frutas, fonte de vitaminas e nutrientes; e fique longe do álcool e tabaco.

RISCOS Além do desafio inicial da concepção, a idade avançada ainda apresenta riscos para a gestação, como maior chance de desenvolver diabete gestacional, hipertensão, aborto, nascimento prematuro, e alterações cromossômicas, como a síndrome de Down. Graças aos avanços da medicina, há um controle maior de todos os riscos envolvidos nesse tipo de gestação.

Para diminuir ao máximo a probabilidade de diabetes, dê preferência a alimentos de baixo índice glicêmico, como tubérculos, maçã, quinoa, grão de bico e carnes magras. Monte pratos coloridos e consuma frutas e hortaliças.

Diminuir o consumo de sal, evitar comer alimentos industrializados e tomar muita água são boas práticas contra a pressão alta. A hipertensão durante a gestação diminui a quantidade de líquido amniótico dentro do útero e pode reduzir a passagem de oxigênio pela placenta.

Se você já está tentando engravidar a 6 meses e tem mais de 35 anos, procure seu ginecologista. Pode ser o momento de investir em técnicas de reprodução assistida, como a inseminação artificial ou a fertilização in vitro. Esses métodos têm alcançado excelentes resultados.

 

Leia também: