CONSULTÓRIO: 31 3262-3538

Equilíbrio é a palavra chave quando o assunto é o uso de suplementos na gravidez. Há quem pense que é preciso tomar uma série de suplementos para garantir uma gestação saudável. E outros acreditam que é só comer “direitinho” que todos os nutrientes necessários ao desenvolvimento do bebê estão assegurados.

Durante a gravidez, a mulher passar por muitas alterações hormonais e metabólicas. Se o apetite é maior, a atividade do intestino é mais lenta. Isso afeta o modo com os alimentos são absorvidos pelo corpo.

O importante é sim manter uma alimentação saudável, repleta de frutas, legumes, verduras, carne magra, além de cereais, leite e derivados. Contudo, cada mulher pode ter a necessidade da suplementação de uma ou outra vitamina, de acordo com os seus exames. Isso depende do corpo da futura mamãe, mas também do seu estilo de vida. Há aquelas que têm um ritmo acelerado de trabalho e não conseguem manter a alimentação equilibrada ideal.

Alguns nutrientes, como o ácido fólico, não são absorvidos nos níveis necessários à gestante somente com um cardápio saudável. E, segundo estudos, o consumo de 400mg de ácido fólico por dia protege o feto contra anomalias no cérebro e na coluna vertebral. É recomendado ainda a ingestão de 10 mg diárias de vitamina D para a saúde óssea. Ambos os suplementos são de fácil acesso e têm custo relativamente baixos.

A suplementação da vitamina D e do cálcio é ponto de discussão entre estudiosos da área, porque ainda não há unanimidade sobre as evidências científicas dos reais benefícios. Há quem defenda apenas a exposição ao sol 3 vezes na semana para a absorção da vitamina D. Ela ainda causa polêmica em relação à quantidade adequada de sua ingestão. Se em alta quantidade no organismo, pode se tornar tóxica.

Já o ômega 3 reduz o risco de pré-eclâmpsia, parto prematuro e depressão pós-parto. No bebê, ele é importante para a visão e o desenvolvimento neuropsicomotor.

Os probióticos, por sua vez, são suplementos alimentares ricos em microorganismos vivos, que afetam de forma positiva o organismo ao recompor a flora intestinal. Eles ajudam a regularizar o trânsito intestinal, diminuem a formação de gases, fortalecem o sistema imunológico e melhoram a absorção de alimentos. Eles podem ser encontrados em sachês ou cápsulas.

É importante lembrar que a mamãe só deve tomar suplementos com a orientação de um profissional de saúde. Procure sua nutri!

Leia também: