CONSULTÓRIO: 31 3262-3538

Você já parou para pensar em qual é o papel da alimentação na fertilidade das pessoas? Já parou para pensar em como a vida moderna, o alto consumo de fast foods, a valorização excessiva do corpo e a busca de meios para alcançar um corpo perfeito podem estar relacionados à diminuição na taxa de fertilidade da população mundial?

Diferentes estudos indicam que o baixo peso (IMC < 17) e a obesidade (IMC > 30) estão associados a irregularidades menstruais, ciclos anovulatórios e, consequentemente, a um aumento da infertilidade.

A mudança no comportamento alimentar é a intervenção mais efetiva e segura para adequação do peso corporal. O consumo regular de óleos vegetais (azeites), peixes, frutos do mar, cereais integrais, frutas, verduras e grãos é capaz de elevar as concentrações de nutrientes importantes para o funcionamento do sistema reprodutor. O estado nutricional dos pais é capaz de interferir não apenas na fertilidade do casal, mas também na saúde do bebê antes, durante e após a gestação.

Independentemente da causa da infertilidade, é fundamental que o CASAL se envolva no tratamento. É sempre importante receber apoio quando se quer mudar um comportamento, principalmente o alimentar. Ter que abdicar de velhos costumes quando o outro membro do casal insiste em mantê-los, dificulta a adoção de novos hábitos.

Aproveite a decisão de ter filhos como estímulo para o início de uma vida com alimentação mais saudável. Converse com o seu nutricionista para saber como adequar a alimentação e favorecer o organismo para que que a gestação aconteça.