CONSULTÓRIO: 31 3262-3538

Eu, Caroline Fernandes, compartilho aqui contigo um segredo: amo doce! Cá pra nós, quem não gosta? Em temporada de Páscoa somos bombardeados por propagandas de chocolates na TV, na internet e nos flyers promocionais dos supermercados, que ainda dedicam corredores inteiros só para os benditos ovos. Nada é proibido, inclusive essa delícia, mas é preciso ter consciência. Equilíbrio é a palavra de ordem.

Aqui vão algumas dicas da sua nutri para uma Páscoa saborosa e sem culpa:

  • Prefira os amargos

Com maior teor de cacau e menos açúcar, eles são muito mais saudáveis: fazem bem até para pele. O chocolate amargo é rico em flavanoides (3x mais que o ao leite), substância que atua como antioxidante e pode ajudar na redução de doenças cardiovasculares. Para ser considerado realmente funcional, o chocolate deve ser 70% cacau. A versão ao leite é rica em gordura saturada e açúcar, o que pode causar efeitos nocivos como obesidade e aumento da glicemia.

  • Fuja dos chocolates brancos

Tem gente que nem considera chocolate branco chocolate vai… Brincadeiras à parte, ele é sim praticamente gordura pura.  É feito com manteiga de cacau (material de cor clara que é simplesmente uma gordura vegetal – 97% triglicerídeos e o restante ácidos graxos), leite em pó, açúcar, lecitina e essência de baunilha.

  • Nada de comer “com os olhos”

Escolha ovos da páscoa menores: faz bem para a sua saúde e para o seu bolso, diga-se de passagem. Os ovos maiores tem até 1.075 calorias, enquanto os pequenos cerca de 72. A sua sensação de bem-estar será a mesma com ambas as opções, já que o cérebro não diferencia a quantidade de chocolate ingerida para liberar a serotonina. Então, faça uma escolha inteligente!

  • Cuidado com exageros

Não é porque é Páscoa, “só um dia”, que você vai chutar o balde. Contenha a euforia, fuja do comportamento de manada e coma com consciência.

  • Coloca na roda

Uma excelente dica para controlar a quantidade de chocolate que você vai comer nessa Páscoa, é compartilhar os bombons, barrinhas e ovos que você tem. Leve para os colegas de trabalho, abra-os com a família…

  • Seja criativa

Que tal salpicar chocolate amargo por cima de umas frutinhas? Dá o gostinho, satisfazendo o seu desejo, mas não causa aquele “estrago”.

Seguindo essas dicas, não tem erro: você fica feliz (e em paz) nessa Páscoa.

Leia mais: